Projeto da ponte Salvador-Itaparica será apresentado em reunião

O projeto da Ponte Salvador-Itaparica será apresentado pelo secretário de Planejamento, José Sérgio Gabrielli, em uma reunião, que será realizada no próximo dia 29, às 9 h, no auditório do Crea-BA. A convite do Fórum A cidade também é nossa, o representante do Governo do Estado defenderá a iniciativa, que está sendo divulgada como essencial para o desenvolvimento socioeconômico e do turismo na Ilha e no Recôncavo. O gestor deve abordar pontos relacionados ao Meio Ambiente, infraestrutura viária e urbanismo.

No mês passado, o coordenador do projeto da ponte Salvador-Itaparica, economista Paulo Henrique Almeida, participou da reunião do fórum e explicou detalhes do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), iniciado em 2009 e responsável pelos estudos do projeto. Na ocasião, o técnico reconheceu que o empreendimento não foi discutido com a sociedade, mas garantiu que nada está definido, embora, o Governo do Estado já tenha contratado uma empresa internacional para fazer consultoria no valor de mais de R$ 40 milhões. “O traçado não está mais em discussão. É uma etapa considerada vencida. Agora é a hora de fazer estudos de impacto ambiental na ilha e municípios vizinhos”, colocou, destacando que a chegada a Salvador é passível de ajustes.

Contrário a proposta defendida pelo Governo do Estado, o arquiteto e professor aposentado da Ufba, Paulo Ormindo, criticou a tomada de decisão do Poder Executivo sem a devida participação da sociedade. Afirmou que a opção do vão móvel, sugerida no projeto, não é mais utilizada e exemplificou casos, como a ponte Presidente Dutra, que divide Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), feita com a abertura, mas nunca foi usada.

Para Ormindo, a ponte mista é uma “sentença de morte para indústria naval da Bahia”. Argumentou ainda que o equipamento não funcionará apenas como rota turística, mas gerará um tráfego interestadual aumentando o fluxo de pessoas para Salvador. Em um artigo publicado no domingo (12), no Jornal A Tarde, o arquiteto explica que o empreendimento não trará benefício ao Recôncavo e à Região Metropolitana de Salvador.

Para o assessor parlamentar do Crea-BA, economista Genivaldo Barbosa, o evento além de colocar frente a frente opiniões divergentes sobre o projeto, ajudará a esclarecer detalhes técnicos, bem como, informar a comunidade diretamente envolvida. “Nosso papel é o de contribuir com projetos do Estado e Município, obedecendo os limites institucionais dos órgãos envolvidos no fórum. É a partir de audiências como esta que podemos colaborar para que a vontade da sociedade seja respeitada”, observa.

Mais – Com o custo total estimado em R$ 7 bilhões, a ponte Salvador-Itaparica teve seu termo de cooperação técnica assinado em fevereiro deste ano. No fim do mês passado o Governo da Bahia lançou o edital de impactos ambientais para o empreendimento, que está orçado em R$ 8 milhões. Na segunda-feira (13) pesquisadores de sete universidades federais e estaduais da Bahia conheceram detalhes do projeto na Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesb). O edital para a concessão da ponte está previsto para o primeiro trimestre de 2014.

Nadja Pacheco
Ascom Crea-BA
Fonte: http://www.creaba.org.br/noticia/1601/Projeto-da-ponte-Salvador-Itaparica-sera-apresentado-em-reuniao.aspx

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s