Crea-BA e fórum de entidades entregam sugestões aos candidatos.

Objetivo é contribuir para o planejamento e desenvolvimento sustentável das cidades com ações em diversas áreas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia e as entidades integrantes do Fórum A Cidade Também é Nossa entregaram aos candidatos ao Governo da Bahia uma carta com sugestões de ações visando o desenvolvimento sustentável dos municípios. As contribuições estão voltadas para áreas como rodovias, acessibilidade, habitação, saneamento básico, mobilidade urbana, entre outros temas.

Segundo o presidente em exercício do Crea-BA, engenheiro mecânico Eduardo Sousa, o objetivo das propostas é colaborar com o planejamento a médio e longo prazos, oferecendo subsídios para o desenvolvimento dos municípios. O Fórum A Cidade Também é Nossa, coordenado pelo sociólogo Ordep Serra, reúne 25 entidades, entre sindicatos, conselhos de classe, ONGs e empresas. O coordenador é o sociólogo Ordep Serra.

Com relação às rodovias, as entidades sugerem a criação de um Plano Estadual de Logística Intermodal visando sistematizar o escoamento da produção agrícola, mineral e industrial, com a articulação com as ferrovias, hidrovias e aeroportos. O documento apresentado aos postulantes ao Governo do Estado indica também diretrizes para o desenvolvimento urbano incluindo as áreas de habitação, saneamento básico e destinação de resíduos sólidos; esta última, com base na Lei 12.305/2010, que determina que todos os Estados e municípios devem ter aterros sanitários adaptados em substituição aos lixões a céu aberto.

Dos 417 municípios baianos, 80% têm população de até 50 mil habitantes (373), sendo que 74% dependem do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para se manter, 63,5% encontram-se na região do semiárido, 63,5% são considerados de baixo desenvolvimento (IDH), 61% encontram-se em situação de emergência por conta da seca. Diante desse quadro, faltam profissionais das áreas técnicas para atender às cidades, sendo que apenas 7% dos 8 mil profissionais registrados no Crea-BA, atuam nos 373 municípios de menor porte na Bahia.

Nas áreas de mobilidade urbana e acessibilidade, o documento das entidades ressalta a asfixia nos grandes centros, que vem resultando em reflexos negativos na qualidade de vida das populações, principalmente com os “gargalos de mobilidade”, já impactando os setores produtivos. “É necessário ter um plano claro quanto aos investimentos, apresentação de projetos que possam ser concluídos efetivamente”, afirmam as entidades, que desejam também um “Plano de Desenvolvimento Urbano para o Estado”. O Crea-BA e as entidades concluem o documento se colocando à disposição do novo Governo para colaborar na implantação e implementação das medidas.

Acesse aqui a carta.

Chico Araújo
Ascom Crea-BA
Fonte: http://creaba.org.br/noticia/2493/Crea-BA-e-forum-de-entidades-entregam-sugestoes-aos-candidatos-.aspx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s