Aprovados Carta de Princípios e Regimento Interno do Fórum A Cidade Também É Nossa

DSC02322

O Fórum A Cidade Também é Nossa aprovou, em reunião extraordinária na manhã desta quarta-feira (05), a Carta de Princípios, que determina toda a atuação e compromissos do colegiado e o seu Regimento Interno. Com as ferramentas, o grupo formado por representantes de 19 entidades, poderá de forma organizada atuar em favor dos direitos humanos, urbano-ambientais e sociais, bem como de uma gestão democrática da cidade.

“Agora temos estrutura de funcionamento formalizada, o que irá contribuir para agirmos mais efetivamente na luta pelo controle social em Salvador e Região Metropolitana”, afirma o analista técnico do Crea-BA, engenheiro civil e arquiteto, Giesi Nascimento. Com o regimento interno e carta de princípios aprovados o próximo passo do Fórum A Cidade Também é Nossa será a organização das eleições para coordenadores e secretário executivo. “Isso só deverá acontecer na primeira reunião de 2013 do colegiado”, garante Nascimento.

Compromissos do Fórum 

1 – Defender, sem qualquer conotação político-partidária, o diálogo democrático entre a sociedade e os poderes públicos, com vistas a ações e projetos na área do desenvolvimento urbano, respeitando-se a independência e pluralidade das entidades integrantes do Fórum.
2 – Manter articulações e negociações transparentes com o Poder Legislativo, Executivo e Judiciário, em todos os seus níveis, para melhorar e aprimorar o planejamento urbano e regional e as políticas urbanas, através de programas e projetos que democraticamente atendam aos interesses da sociedade como um todo.
3 – Lutar para que se assegure e efetive o desenvolvimento urbano-ambiental sustentável, com a participação permanente do conjunto da população.
4 – Fomentar e manter a articulação das entidades do Fórum com as mais diversas instâncias da sociedade, dialogando com todos os seus setores, para garantir o respeito às diretrizes do desenvolvimento urbano sustentável.
5 – Contribuir para a instalação e funcionamento de observatórios de políticas públicas voltadas para o bem-estar social e para a solução de conflitos relacionados com a vivência urbana.
6 – Apoiar as políticas de reparação e combater as desigualdades sociais.
7 – Assegurar uma convivência interna respeitosa e agradável entre entidades e pessoas que compõem o Fórum, zelando para que prevaleça a unidade na diversidade.

Entidades participantes
Associação Baiana de Engenharia de Segurança – Abese
Associação Profissional de Geógrafos do Estado da Bahia – Aprogeo
Clube de Engenharia da Bahia – CEB
Conselho de Arquitetos e Urbanistas – Cau
Conselho Regional de Engenharia e Agronomia -Crea-BA
Faculdade de Arquitetura da UFBA – FAUFBA
Federação das Associações de Bairro de Salvador – Fabs
Grupo Ambientalista da Bahia – Gambá
Grupo de Apoio a Cidadania Ambiental – Gaciam
Grupo de Defesa e Promoção Socioambiental – Germem
Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia – IAB/BA
Instituto Búzios
Movimento Desocupa Salvador
Movimento Vozes de Salvador
Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas da Bahia – Sinarq
Sindicato dos Engenheiros do Estado da Bahia – Senge
Sindicato das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva – Sinaenco
Sociedade Brasileira de Urbanismo – SBU
União por Moradia Popular – UNMP

Nadja Pacheco
Ascom Crea-BA
Fonte: http://www.creaba.org.br/noticia/1279/Aprovadas-Carta-de-Principios-e-Regimento-Interno-do-Forum-.aspx

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s